IDIOMA  – O PRIMEIRO PASSO PARA TRABALHAR NA EUROPA

IDIOMA – O PRIMEIRO PASSO PARA TRABALHAR NA EUROPA

Hoje eu vou contar pra você sobre o primeiro passo para conseguir emprego na Europa – o idioma.

Antes de você se candidatar para uma vaga de emprego na Europa, você precisa se preparar. Existem vários quesitos que devem ser levados em conta que são diferentes quando comparados à uma candidatura no Brasil, como o formato do currículo, carta de apresentação, documentos como o diploma, etc. Além disso, existe uma etapa dessa preparação que é bastante importante, que é o idioma do país no qual você pretende trabalhar.

Independente do país europeu que você escolher para trabalhar, você definitivamente precisa falar o idioma daquele país. As empresas geralmente levam bastante em consideração se o candidato tem conhecimento ou não da língua falada no país onde a empresa está sediada. É bastante comum serem descartados currículos em que o candidato não apresenta conhecimento suficiente da língua. É claro que existem exceções, e você pode conseguir um emprego apenas com o inglês por exemplo. Mas considere isto como sendo algo bastante raro.

Então pode surgir a pergunta: qual o nível mínimo do idioma para ter uma maior chance thought-2123970_1920de ser contratado? Isto vai depender da sua área de atuação. Por exemplo, para a pessoa que trabalha na área da saúde, onde existe uma grande interação entre os pacientes e esses profissionais, o nível mínimo exigido é o B2, sendo que para um médico o nível mínimo exigido é o C1. Já para profissões na área técnica, como um soldador ou um metalúrgico, o nível B1 já é interessante. Mas como eu disse anteriormente, existem exceções, e pode haver uma menor necessidade mesmo nas profissões que naturalmente exijam um nível maior de conhecimento do idioma. Algo interessante que você pode fazer é se perguntar: você conseguiria desempenhar a sua profissão com o nível de conhecimento do idioma (do país que você quer trabalhar) que você possui?

Em alguns casos, as próprias agências de emprego federais dos países oferecem ajuda para que o candidato possa aprender a língua daquele país. É o caso da Alemanha, que através da sua Agência Federal de Emprego, em parceria com o Instituto Goethe do Rio de Janeiro, oferece curso intensivo de alemão a partir deste mês para profissões em escassez na Alemanha.

Resumindo, para você que quer tentar um emprego na Europa, tenha em mente que você precisa ter conhecimento do idioma falado no país em questão. Isso vai te ajudar bastante a ter uma chance de ser selecionado, e então caminhar para a conquista do tão sonhado emprego na Europa!

Qualquer dúvida escreva aqui embaixo nos comentários.

Um grande abraço e até o próximo post!

IMAGE:

https://pixabay.com/de/symbol-sprachein—ausgabe-stimme-2797263/

https://pixabay.com/de/gedanken-idee-innovation-phantasie-2123970/

 

Comente aqui